A tragédia que uniu Pocinhos

11

No último dia 21, quinta-feira, a cidade de Pocinhos recebeu uma das maiores chuvas de sua história, mas o que trouxe alegria para uns, trouxe muita tristeza e desespero para outros. Isso porque, centenas de pessoas ficaram desabrigadas e perderam seus bens. Graças a Deus, sem vítimas fatais.

Foto: Reprodução

Dificilmente se enxerga algo bom numa tragédia como essas, mas em Pocinhos foi possível, pois através dessa tragédia, adversários políticos deixaram a política de lado, igrejas de denominações diferentes caminharam no mesmo rumo, estranhos se tornaram amigos, tudo isso com um único objetivo: ajudar quem precisava.

A igreja católica liderou uma campanha de arrecadação de alimentos, roupas e móveis, campanha essa que superou todas as expectativas e arrecadou uma quantidade significativa de itens que já estão sendo distribuídos.

O governador João Azevêdo também esteve na cidade com o deputado Adriano Galdino e se comprometeu em ajudar os necessitados, assim o fez o prefeito Cládio Chaves, que tem utilizado todo o aparato da prefeitura para auxílio de todos.

Pocinhos mostrou em seu pior momento que ninguém deve soltar a mão de ninguém.

Demétrio Costa

Compartilhar

Enquete

Você é CONTRA ou A FAVOR de encerrar a quarentena do COVID-19?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp