ACELERANDO, FREANDO E PERDOANDO

Mais um ano que se vai. Cada um carrega dentro de si um sentimento em relação a 2018. Para alguns pode ser um ano a ser esquecido, para outros pode ser um ano a ser lembrado para sempre. E é assim, ano após ano. Mas, e 2019, como será? O que faremos e como faremos?

            Para responder a essas questões, ou ajudar a dar um horizonte ao leitor, trago aqui a sugestão de leitura de duas grandes obras, dois livros do Papa Francisco. O primeiro é o livro DEUS É JOVEM, o segundo é o livro O NOME DE DEUS É MISERICÓRDIA. Nesses livros, o Papa Francisco traz importantes reflexões em relação aos jovens e em relação à misericórdia de Deus.

            Para o Papa Francisco, considerando o dinamismo que o jovem emprega em sua vida, “se quisermos conversar com um jovem, devemos ser móveis, e então ele vai diminuir a velocidade para nos ouvir; é ele quem tomará essa decisão. E, quando ele diminuir a velocidade, outro movimento começará: um movimento no qual o jovem começará a dar passos mais lentos para fazer-se escutar, e os idosos irão acelerar seu ritmo para achar o ponto de encontro. Ambos se esforçarão: os mais jovens para andar mais devagar, e os mais velhos para apressar o passo”.

            Esse método sugerido pelo Papa pode ser aplicado não só aos jovens, mais em todas as nossas relações estabelecidas. Compreender os limites dos outros, saber achar a velocidade certa em relação a uma caminhada: acelerar o passo para acompanhar e frear para permitir ser alcançado, são algumas das coisas que podemos ter como exercício para 2019.

            Todos nós somos diferentes, cada um com suas características próprias. A falência de nossas relações se iniciará quando quisermos impor nossa velocidade ao outro, sem nos permitir alterar a nossa velocidade.

            Mais do que essa adaptação, é preciso também nos permitir que sejamos preenchidos pela Misericórdia de Deus, para que a possamos transbordar a nossos semelhantes. Não digo que será fácil, pois são muitas as feridas que podemos carregar no corpo e na alma. O Papa Francisco nos diz que “etimologicamente, misericórdia significa abrir o coração ao Miserável. E vamos logo ao Senhor: misericórdia é a atitude divina que abraça, é o doar-se de Deus que acolhe, que se dedica a perdoar. Jesus disse que não veio para os justos, mas para os pecadores. Não veio para os sadios, que não precisam de médicos, mas para os doentes. Por isso, pode-se dizer que a misericórdia é a carteira de identidade do nosso Deus. Deus de Misericórdia, Deus misericordioso”.

            Você sentiu o soco na “boca do estômago”? Eu também senti!

            É preciso sempre ter em mente as palavras de Jesus quando nos diz que devemos perdoar “setenta vezes seta” (Mt 18, 22). Mais do que capacidade de acompanhar o outro, precisamos principalmente da capacidade de perdoar. Precisamos construir um “processo pedagógico”, buscando o outro ao diálogo, explicitando quando e como ele te feriu. Se ele te pedirá perdão eu não sei, mas ele saberá que te feriu. Se você transborda misericórdia, muito provavelmente ele será atingido por ela e, quem sabe, algo de novo poderá acontecer nessa relação. De toda forma, quem perdoa é quem foi atingido, independentemente do sentimento que vem “do outro lado”. Como já citei acima, nas palavras do Papa, a misericórdia é a carteira de identidade do nosso Deus. Só se aproxima de Cristo quem tem ele como Norte, quem procura viver como ele.

            Que em 2019 vocês possam acelerar, frear e perdoar. Feliz Ano Novo!

Compartilhar

Autor: Percepção

Possui graduação em Engenharia Mecânica (UFCG-2008), bem como Mestrado (PPGCEMat/UFCG-2009) e Doutorado PPGCEMat/UFCG-2013), ambos em Ciência e Engenharia de Materiais. Durante 3 anos e meio (2010-2013) foi Colaborador Externo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA-DF). Atualmente é Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba, Campus Esperança, onde vem atuando em projetos de pesquisa em Materiais e Processos de Fabricação, bem como desenvolvendo projetos na temática Educação.

Enquete

Qual dos prefeitos abaixo mais se destacou positivamente este ano ?

Cotações

  • Dólar TurismoR$ 3,9000
  • LibraR$ 4,8360
  • Peso Arg.R$ 0,0999
  • BitcoinUS$ 3.700,3300

Denuncie pelo WahtsApp