Água da Transposição volta a ser bombeada sem previsão de chegada à PB

Canal da Transposição – Foto: PP

As águas da Transposição do Rio São Francisco, no Eixo Leste, voltaram a ser bombeadas pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). Desde fevereiro deste ano, o bombeamento estava suspenso. Mesmo assim, não há ainda previsão de quando as águas voltarão a chegar em solo paraibano. Os canais estão com água até a Estação de Bombeamento EBV6, em Sertânia (PE). Técnicos do Ministério estão fazendo testes para colocar o sistema em atividade.

De acordo com o presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (AESA), Porfírio Loureiro, os canais levarão a água para as barragens de Campos e Barro Branco, ainda em Pernambuco, para só depois seguir para a Paraíba, onde chega ao município de Monteiro, no Cariri.

“Dependendo da vazão que vai ser liberada, no Portal Monteiro, aí sim podermos ter um prazo para que a água passe pelo açude de Poções, pelo reservatório de Camalaú e chegue ao Açude de Boqueirão”, explicou Porfírio.

Problemas – No mês passado, os moradores da cidade de Monteiro denunciaram a existência de rachaduras ao longo do canal da Transposição. O problema foi alvo de uma inspeção realizada pelo Ministério Público Federal (MPF), que identificou que as fissuras não foram provocadas por fatores climáticos. As suspeitas são de que problemas na estrutura do canal teriam provocado o surgimento das imperfeições.

O MDR informou que serviços de recuperação no canal estão sendo realizados, mas que a existência das rachaduras não compromete a passagem da água pelo canal. O que os paraibanos esperam, sobretudo quem mora no Cariri do Estado, é que as águas do Velho Chico voltem a ‘lubrificar’ terras paraibanas e tragam a esperança de dias melhores no convívio com a seca.

Fonte: João Paulo Medeiros/ Pleno Poder

LEIA TAMBÉM

Alexandre Frota se filiará no PSDB nesta sexta (16), em São Paulo

Compartilhar