ALÉM DOS ONZE: Câmara de Santa Rita teve mais dois vereadores envolvidos em escândalos na atual legislatura

Com a prisão de 11 vereadores hoje, a Câmara Municipal de Santa Rita contabiliza mais vereadores envolvidos em escândalo, um deles na operação Shark, que investigou suspeita da existência de uma quadrilha criminosa atuando dentro da Prefeitura de Santa Rita e outro afastado .

Em junho deste ano o presidente da casa na ocasião, o vereador Saulo Gustavo também foi afastado da presidência do legislativo sob suspeita de irregularidade no processo de condução à presidência e em 2017 o vereador Flávio Frederico também havia sido preso.

Flávio Frederico (PSD), foi solto ano passado, após passar cinco meses preso. Além de Flávio o seu companheiro de partido, o ex-vereador Tubarão também foi solto.

Os dois haviam sido presos pela Operação Shark que investiga a existência de uma organização criminosa atuando na prefeitura de Santa Rita.

*Foto meramente ilustrativa

Compartilhar