ARTE: Cordelistas paraibanos criam coletivo cultural e articulam ações

94
Cordelistas – Foto/montagem: Coletivo

Com o objetivo de empreender o cordel, um grupo de sete cordelistas paraibanos decidiram se unir e criar o Coletivo Cordel Paraíba. O grupo pretende realizar espetáculos e de outras ações que tenham o cordel como carro-chefe.

Formado pelos cordelistas Pádua Gorrión, de Itatuba, Lima Filho, Aziel Lima e Anne Karolynne, de Campina Grande, Tiago Monteiro, de Pocinhos, e Renaly Oliveira e Edglês Gonçalves, de Itabaiana, o grupo já está montando um espetáculo que envolve poesia e música e que deve estrear ainda no período junino.

Além dos espetáculos, o grupo também terá em seu portfólio ações de marketing para empresas privadas. Por exemplo, uma empresa de cartão de crédito que está em expansão em Campina Grande contará com uma ação do coletivo nos próximos dias.

“A ideia da criação do coletivo é para as coisas acontecerem de forma mais organizada. A gente via os cordelistas realizando suas ações individuais, mas de maneira desarticulada. Agora vamos nos juntar de uma maneira que vamos englobar todas as áreas. A gente tem declamadores, que são mais artistas de palco, além dos produtores e um editor”, explicou Tiago Monteiro.

Unir forças é a finalidade do coletivo. “Cada um com sua particularidade, mas unido ao coletivo para que as ações cheguem fortes no mercado. A ideia é ‘vender’ o produto cordel de forma mais organizada”, detalhou.

Redação PB Debate com Ascom

LEIA TAMBÉM:

Divulgada programação da Festa do Bode Rei 2019 em Cabaceiras

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp