[bar id="70567"]

Bruno Faustino critica chapa de Lucélio e Micheline: “A Paraíba não aceita esse tipo de postura”

Bruno na tribuna da Câmara Municipal de Campina (Foto: Reprodução)

O vereador campinense Bruno Faustino (PSB), nesta quinta-feira (14), criticou a chapa da oposição ao Governo do Estado que deverá ser encabeçada pelo irmão do prefeito de João Pessoa, ex-candidato ao Senado, Lucélio Cartaxo (PV), e terá como vice a esposa do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), a primeira-dama do município, Micheline Rodrigues (PSDB). Para Faustino, a Paraíba não aceita o que ele chama de ‘chapa familiar’.

“A chapa do PV e do PSDB é uma chapa familiar que possivelmente foi definida em um almoço entre as famílias, o que ao meu ver é muito ruim para a política, pois a Paraíba já mostrou que não aceita esse tipo de postura. Enquanto isso o PSB apresenta um projeto de Estado iniciando pelo governador Ricardo que tirou a Paraíba do atraso, da mesmice, e que continuará com João Azevedo”, pontou.

Bruno defendeu os nomes de João Azevedo e Veneziano, pré-candidatos ao Governo e ao Senado, respectivamente pelo PSB. “João é um técnico altamente qualificado que ajudou a construir esse projeto que tem mais de 70% de aprovação popular e Veneziano é um jovem preparado, que realizou uma grande gestão a frente da Prefeitura de Campina e que atualmente faz um importante trabalho como deputado federal. São dois nomes que representam o avanço do Estado”, afirmou.

O parlamentar ainda comentou sobre a possibilidade do vice-governador da chapa de João Azevedo ser de Campina Grande: “Veneziano já representa Campina na chapa, mas se houver o entendimento de que o vice deverá sair de nossa cidade, ficarei muito feliz. A política de nosso Estado vem amadurecendo e se o companheiro de João vier de outra região, não terá nenhum problema”, disse.

Redação

Veja também:

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *