Cachorro da PM morde locutor esportivo de Campina

Um cão da raça rottweiler, que pertence a Polícia Militar do Estado da Paraíba, mordeu um repórter na tarde deste domingo (2) antes da partida entre Treze e Sampaio Corrêa (MA), válida pela sexta rodada da Série C. A vítima foi o radialista Regivaldo Rocha, que trabalha para a Rádio Panorâmica FM e é conhecido popularmente como Preto Rocha.

Ele foi socorrido pela própria PM para o Hospital de Trauma, onde recebeu atendimento. Foram feitos dois pontos no braço esquerdo dele. Em seguida, o homem voltou ao Estádio e trabalhou na partida, que terminou com a vitória do Treze por 3 a 0.

Tudo aconteceu no momento que Preto Rocha narrava, ao vivo, a escalação de um dos times. Ele não percebeu a presença do animal e terminou invadindo o espaço do cão, que acabou atacando. “Foi tudo muito rápido. Quando percebi já estava ao lado dele”, disse.

O PM responsável pelo cão estava de costas e não percebeu a aproximação do repórter. O Major Agrisonio Azevedo, responsável pelo efetivo da PM no jogo deste domingo, disse que o animal é treinado e por isso uma tragédia não aconteceu. “Nossos cães são treinados para imobilizar. O repórter também colaborou ao não fazer movimentos bruscos e por isso nada de mais grave aconteceu”, relatou, informando ainda que o cão foi retirado do Estádio após a situação de estresse.

Fonte: Blog do PP

Compartilhar