Caminhoneiros confirmam paralisação na segunda (16)

44
Caminhões parados – Foto: divulgação

Caminhoneiros confirmam a paralisação nesta segunda-feira (16), a partir das 6h. A categoria pede o apoio da população e critica outras lideranças que estavam dispostas a aderir ao movimento, mas recuaram sem explicar os motivos. “O momento é esse”, afirmam os caminhoneiros.

O caminhoneiro Genivaldo de Itabaiana reforça que o atual governo não cumpriu as promessas de campanha. A mobilização será feita de outra forma. Os caminhoneiros grevistas sugeriram que, quem não quiser ir para a rua, deve permanecer em casa sem usar o caminhão em serviço.

“O que foi que esse governo fez por nós? Virou as costas para os caminhoneiros. Todas as lideranças estavam a favor da paralisação. Alguma coisa aconteceu que todo mundo se calou, como o Chorão e o Júnior de Ourinhos. Não sei se está bom para eles.  Mas para nós não está”, afirma Genivaldo num vídeo.

Em outro depoimento, Sergio Bucar lembra os 11 aumentos consecutivos de gasolina, óleo diesel e gás de cozinha e também pede o apoio da população. “Convoco a população brasileira. Vamos parar o Brasil. Queremos que na segunda-feira, dia 16, às 6 horas da manhã já esteja tudo parado”, destaca.

Luís Fernando de Mato Grosso do Sul enfatiza que a população não pode aceitar a política de preços da Petrobras.  “Ela enfia os aumentos goela abaixo e o governo diz que não pode intervir. A gente paga impostos.  E a Constituição diz que todo poder emana do povo.  Pedimos o apoio da população “, desabafa.

Correio Braziliense

LEIA TAMBÉM

Menino realiza sonho de ter agentes da PRF em festa aniversário, na Paraíba


Compartilhar

Enquete

Você é CONTRA ou A FAVOR de encerrar a quarentena do COVID-19?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp