Campina Grande tem racionamento de combustível e postos só vendem à vista

O motorista em Campina Grande deve pagar mais caro pelo litro de combustível a partir desta terça-feira (05). É que os postos da cidade não estão sendo reabastecidos devido um atraso de um navio, segundo informações do Sindicato de Revendedores de Combustíveis (Sindrev).

De acordo com o presidente do Sindrev, Bruno Agra, a justificativa das distribuidoras sobre o desabastecimento do produto é de que o navio ainda não atracou no Porto de Cabedelo. “Nós não acreditamos nessa justificativa de atraso, pois vários anos acontecem essa mesma situação”, disse.

O dirigente sindical adiantou que com o racionamento, os postos devem vender combustíveis apenas no dinheiro em espécie, evitando cartão de crédito. “Para tentar conter a demanda e ofertar o produto de forma igualitária”, disse Bruno Agra.

A presidente da Companhia Docas da Paraíba, Gilmara Temoteo, disse que o navio com combutíveis destinados para o interior da Paraíba deve atracar no Porto de Cabedelo na tarde desta terça-feira.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *