CARIRI INOVADOR: Festival do Mel terá palestras, oficinas e apresentação de trabalhos científicos

Festival em 2018 – Foto: divulgação

De inovação, o Cariri da Paraíba entende. Além de promover os avanços tecnológicos de áreas da economia com pesquisas, as cidades da região realizam eventos como forma de fazer negócios. Um desses eventos é o Festival do Mel, que chega a sua 11ª edição. O evento acontece na cidade de São José dos Cordeiros, que fica a 272 quilômetros de João Pessoa. Considerado pela Confederação Brasileira de Apicultura como o maior e mais importante do setor no Brasil, este ano, o Festival será de 29 a 31 de agosto.

A organização do evento definiu uma vasta programação técnica, voltada aos apicultores e estudiosos da área. Na sexta-feira (30) e no sábado (31), o Festival do Mel apresenta uma diversificada programação com palestras, oficinas e apresentações de trabalhos científicos. Ministrarão as atividades professores universitários, apicultores dos Estados da Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará e representantes de instituições ligadas a apicultura.

Segundo o secretário municipal de Agricultura, Dayvison Romeryto, já estão confirmadas caravanas de estudantes. Eles apresentarão trabalhos científicos para apicultores de várias cidades da Paraíba e do Nordeste. Os participantes aprenderão como aproveitar o mel para diversas atividades econômicas. Toda a programação do Seminário de Integração da Cadeia Produtiva da Apicultura e Meliponicultura é gratuita e as inscrições podem ser feitas na hora.

Público – O Festival do Mel de São José dos Cordeiros já é considerado um dos maiores eventos temáticos da Paraíba e deve atrair grande público, não apenas para a programação técnica, mas para os shows gratuitos em praça público, à noite. Estão confirmadas as apresentações de Solange Almeida, Cavalo de Pau, Pedrinho Pegação e Gil Mendes, além de outras.

Confira a programação:

Quinta-feira (29)

19h – Solenidade de Abertura; 19h30 – Concurso da Garota do Mel;

Sexta-feira (30)

8h – Credenciamento;

9h – Palestra “Apicultura e Meliponicultura no Semiárido Palestrante”, com o Dr. Daniel Duarte, professor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB);

10h – Palestra “Ganhando Dinheiro o ano inteiro com Abelhas no Semiárido”, com Joaz Ferreira da Silva, apicultor do Rio Grande do Norte;

12h – Almoço; 14h – Palestra “Profissionalização da Apicultura”, com Leon Denis Batista do Carmo, biólogo, Sebrae Paraíba, Senar PB e Rainha da Paraíba;

15h30 – Palestra “Educação Ambiental e viabilidade econômica na Meliponicultura”, com Joaquim Saldanha de Carvalho, meliponicultor do Ceará – IVAS;

17h – Apresentação de Trabalhos Científicos;

Sábado (31)

10h – Oficina 1: “Melhoramento Genético de Abelhas” (4 horas), com Leon Denis Batista do Carmo, biólogo, Sebrae PB, Senar PB e Rainha da Paraíba;

Oficina 2: “Produção de Pólen” (2 horas), com Joaz Ferreira, apicultor do Rio Grande do Norte;

Oficina 3: “Produção e Processamento de Cera” (4 horas), com Josenildo Querino Dias, zootecnista, Sebrae PB, Senar PB e Rainha da Paraíba;

Oficina 4: “Meliponicultura (2 horas), com Victor Hugo Pedraça Dias, engenheiro agrônomo da Emater-RN.

PB Debate com Klebson Wanderley/De Olho no Cariri

LEIA TAMBÉM

Cagepa troca gerente Ronaldo, da regional Boborema, por Lucílio

Compartilhar