Casal suspeito de maltratar e torturar menino de sete anos depõe e é liberado

Padrasto e mãe da criança – Foto: arquivo pessoal

O casal Cida e Edilson, que está sendo investigado pela Polícia por maus-tratos e até tortura, foi localizado na noite desta quinta-feira (11) na zona rural de Boqueirão, no Cariri. Mãe e padrasto da criança de 7 anos que seria a vítima foram ouvidos pela Polícia Civil e encaminhado para a delegacia da cidade de Queimadas. Eles prestaram depoimento e foram liberados por não existir mais situação de flagrante.

O delegado seccional de Queimadas, Iasley Almeida, detalhou como foi feito o procedimento. “Por não mais haver situação de flagrante delito foram qualificados, interrogados e depois liberados pela delegada plantonista, que agiu dentro da legalidade”, disse.

Ele explicou que as investigações continuam. “A investigação policial continua, coletando provas testemunhas periciais e documentais para comprovar as práticas criminosas por eles praticados contra a criança, não sendo descartada a possibilidade de prisão provisória em caso de necessidade e adequação da medida”, pontuou.

Redação PB Debate com Blog Paulo Pessoa

LEIA TAMBÉM

CG: Adolescente é apreendido suspeito de assaltar em ponto de ônibus

Compartilhar