Cine-Teatro São José recebe Bruno Ribeiro e Flávio Crispin no projeto Quintas Dialógicas

Fachada Cine – Foto: divulgação

O Cine-Teatro São José recebe duas edições do projeto ‘Quintas Dialógicas’ em agosto. A primeira acontece nesta quinta-feira (8), às 20h. O palestrante é Bruno Ribeiro, abordando o tema ‘O processo e o resultado na literatura’. A outra atividade será no dia 22, com o palestrante Flávio Crispin, que falará sobre o tema ‘A revolução dos dados na construção de um novo mundo: Da inteligência artificial à blockchain’. A entrada das duas palestras é gratuita.

“Vamos conversar sobre realismo, desejo, o que conhecemos como ‘boa literatura’, a radicalização dos defeitos, os artifícios, a antropologia de si, o outro enquanto lugar de fala, Graciliano Ramos, Roberto Menezes, enclaves, Brasil, século XXI, etc”, resume Bruno Ribeiro, que também estará vendendo seus livros.

As ‘Quintas Dialógicas’ são uma iniciativa da Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc). A ideia é promover um debate franco e aberto entre a sociedade, artistas e acadêmicos, trazendo consigo a ideia de multidisciplinaridade, trabalhando diversos temas que possam se relacionar com o conceito de cultura, no âmbito da sociológica, filosófica, midiática, computacional etc. A proposta busca fomentar a formação intelectual e artística dos participantes.

Bruno Ribeiro – Nasceu em 1989, é um mineiro radicado na Paraíba. Professor de Escrita Criativa, escritor, tradutor e roteirista. Autor do livro de contos Arranhando Paredes (2014) traduzido para o espanhol pela editora argentina Outsider e dos romances FebredeEnxofre (2016) e Glitter (2018). Mestre em Escrita Criativa pela Universidad Nacional de Tres de Febrero (UNTREF), editor da Revista Sexus, foi um dos vencedores do concurso Brasil em Prosa, promovido pelo jornal O Globo e pela Amazon. Glitter foi pré-selecionado ao Prêmio Sesc de Literatura 2016 e finalista da 1° edição do Prêmio Kindle. Nessa entrevista, o autor nos fala um pouco sobre sua percepção literárias e sobre as feiras literárias.

Da inteligência artificial à blockchain – A cada dia são gerados inúmeros dados das mais diversas naturezas e, a partir disso, é possível extrair de forma mais precisa os hábitos de consumo e de comportamento. É nesse contexto que as novas tecnologias como a inteligência artificial e a blockchain são partes fundamentais para entender essa nova era. Como consequência desse contexto, empregos deixarão de existir e novas oportunidades irão surgir.

O cineasta e estudante de economia Flávio Crispin vem há alguns anos se aprofundando como estudioso acerca da blockchain e criptomoedas, e mais recentemente ministrando aulas sobre machine learning na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e, nessa palestra, irá abordar como a nova era dos dados está afetando e ainda poderá afetar nossas vidas.

Serviço

Evento: Quintas Dialógicas no Cine São José

Data: Quinta-feira (8) | Hora: 20h

Tema: “O processo e o Resultado na Literatura”

Palestrante: Bruno Ribeiro

Investimento: Entrada gratuita

Redação PB Debate com Ascom

LEIA TAMBÉM

“Sei que estou velho, mas sigo moleque”, diz Caetano, aniversariante desta quarta (7)

Compartilhar