Cobrança de Zona Azul volta a ser feita com papéis em Campina Grande

O sistema de cobrança eletrônica do estacionamento Zona Azul será suspenso temporariamente em Campina grande, conforme divulgado  pelo superintendente de Trânsito e Transportes Públicos (STTP), Félix Neto.

De acordo com o dirigente, a decisão foi tomada em reunião com as entidades gerenciadoras do sistema Zona Azul, após avaliação das várias queixas e reclamações dos usuários, que apontaram falhas no sistema.

Desde a implantação, em maio deste ano, o objetivo principal do Zona Azul Digital (ZAD) é o de permitir a rotatividade no estacionamento do Centro da cidade, inclusive facilitando a maneira de cobrança aos usuários, passando da cobrança no papel para a forma eletrônica.

Entre as reclamações dos usuários, está a falta do comprovante de pagamento da taxa, quando do envio do SMS de alerta para os celulares, conforme proposta do projeto da informatização do sistema. Isso aconteceria após operador fazer um minicadastro do condutor, atrelando o número de telefone dele com a placa do veículo.

“Na prática, existe certa demora de comunicação para o cliente quando o pagamento é efetuado, já que uma mensagem deveria chegar instantaneamente, no número fornecido, confirmando o pagamento. O que não vem ocorrendo, gerando queixas”, disse o dirigente da STTP, Félix Neto.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *