Com secretários aptos à disputa e muitos pré-candidatos, decisão sobre sucessão fica difícil para Romero

Prefeito Romero – Foto: divulgação

A disputa eleitoral da prefeitura de Campina Grande, no Agreste, em 2020 deve dividir a base do prefeito Romero Rodrigues (PSD). Pelo menos três secretários de Romero externaram publicamente o desejo de disputar o Palácio do Bispo. O primeiro foi o ex-deputado e atual secretário-chefe do seu Gabinete, Bruno Cunha Lima (sem partido).

Em recente entrevista, Bruno garantiu que segue firme com o desejo de encabeçar a chapa majoritária e para isso, mantém uma relação de amizade com muitos dos vereadores que compõem a Câmara Municipal da cidade e agradeceu as manifestações de parceria que tem recebido por parte de diversos parlamentares campinenses.

Nesta terça-feira (22) foi a vez doo presidente da Agência Municipal de Desenvolvimento (Amde) de Campina Grande, vereador licenciado Nelson Gomes Filho (PSDB). Ele garantiu que, independentemente do candidato que o prefeito Romero indicar, ele vai disputar a prefeitura em 2020. Nelson disse que agora quer concorrer ao Palácio do Bispo e que já informou ao prefeito sobre essa decisão.

Para esquentar ainda mais a “disputa interna” o secretário da pasta de Ciência e Tecnologia da Rainha da Borborema, Lucas Ribeiro (PP), confirmou essa semana que também discute a possibilidade com seu grupo. Em entrevista à Rádio Correio FM nesta terça, Lucas afirmou achar que qualquer pessoa que ama sua cidade, principalmente quem trabalha no serviço público, tem o cargo de prefeito como um sonho.

“É algo que a gente pensa e discute. Com maturidade, a gente vai tratar essa questão de eleição de 2020, como a gente está tratando, mas sem atropelar fases, sem impor candidatura, eu acho que a coisa tem que ir com tranquilidade”, completou.

Além dos três secretários, os deputados Tovar Correia Lima (PSDB) e Manoel Ludgério (PSD) também são pré-candidatos ao cargo no grupo de Romero Rodrigues. Historicamente, o grupo político, que ainda tem como líder o ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB), sempre marchou unido nas eleições municipais e com chapa única.

Fonte: Blog do Ninja

LEIA TAMBÉM

Deputado que chamou Moro de “juiz ladrão” é absolvido no Conselho de Ética

Compartilhar