Conheça a história de uma família apaixonada pelo Basquete Unifacisa

Foto: Ascom/Unifacisa

Arena Unifacisa lotada, torcedores felizes e mais um jogo emocionante, até aí, tudo normal na casa do Basquete Paraibano, mas na segunda fileira da arquibancada um casal se destacava.

Grávida de nove meses, Kessia Buriti e o marido Pedro Buriti resolveram acompanhar o jogo contra o Mogi pela primeira vez no meio da torcida.

“Somos de Santo André e sempre acompanhávamos os jogos pela televisão. Na noite do jogo contra o Mogi, teríamos que ir para maternidade às 19h, mas aí lembramos que teria jogo da Unifacisa, às 20h. Falamos com uma profissional e decidimos acompanhar esse confronto”, contou Pedro Buriti.

Como em todos os jogos da Unifacisa, o confronto contra o Mogi foi recheado de emoções e suficiente para que Kessia entrasse em trabalho de parto, dentro da Arena.

“Ela chegou na Arena com 8cm de dilatação, mas a emoção do jogo e de estarmos na Arena foi tão grande, que tivemos que sair no meio da partida, direto para a maternidade. Kessia chegou lá com 10cm de dilatação, pronta para dar à luz ao nosso filho”, complementou Pedro.

Tito, o filho do casal, nasceu na noite do jogo contra o Mogi, 11. E com apenas 15 dias de nascido, o pequeno já foi conhecer a Arena e ser batizado como o mais novo torcedor do basquete Unifacisa.

“Kessia e eu temos essa paixão pelo basquete, mesmo não sendo um esporte ainda tão difundido no Brasil, e também temos essa paixão pelo time da Unifacisa. Com certeza nós vamos vir a mais jogos juntos, torceremos juntos e quem sabe o Tito, que nasceu grandão, poderá virar um craque da bola laranja e jogar basquete, jogar pela Unifacisa no futuro”, finalizou Pedro.

VEJA TAMBÉM:

Réveillon: confira a programação de Campina Grande

Compartilhar