Cordel dita o tom no São Pedro de Campina Grande

A cidade de Campina Grande recebeu no sábado (29), dia de São Pedro, o II Encontro de Cordelistas da Paraíba, uma realização da Flic – Feira Literária de Campina Grande, em parceria com a Flipocinhos – Festa Literária de Pocinhos.

A programação se estendeu durante todo o dia, tendo seu início pela manhã, na Feira Central, onde poetas e músicos se apresentaram e levaram muita alegria aos presentes.

Na parte da tarde, foi o vez do Cine São José, onde aconteceram as mesas de debates, que contaram com a participação de grandes nomes do cordel paraibano, a exemplo dos professores Helder Pinheiro, Rosilene Melo, Mirtes Waleska e Joseilda Diniz, dentre outros poetas e pesquisadores, que brindaram o público com muito conhecimento acerca do tema.

O encerramento aconteceu na Pirâmide do Parque do Povo, dentro da programação do Maior São João do Mundo, e que contou com a apresentação do quarteto Ypsilone, do Coletivo Cordel Paraíba, dentre outros poetas.

Tiago Monteiro, um dos organizadores do evento, falou da importância da realização do encontro. “É gratificante quando a gente consegue reunir tanta gente boa pra falar sobre a literatura de cordel. O II Encontro de Cordelistas da Paraíba consguiu atingir seu objetivo principal, que é exaltar o cordel em todas as suas vertentes. Esperamos que em 2020 possamos fortalecer ainda mais esse movimento tão importante pra nossa arte”, pontou.

Compartilhar