De Pedras de Fogo, Natália Cândido é finalista de Festival de Arte e Cultura

Natália – Fotos: divulgação

Natália Cândido, aluna da Escola Cidadã João Úrsulo, da cidade de Pedras de Fogo, na Paraíba, foi uma das finalistas do Festival de Arte e Cultura na Escola: “Arte em Cena”. O Festival aconteceu no Espaço Cultural José Lins do Rego, no bairro de Tambauzinho, em João Pessoa, no sábado (31). Alunos das escolas de todo o Estado participaram da competição.

Natália é aluna da Escola de Artes do município, o Casarão da Cultura, e venceu a etapa regional do Festival, realizada em Pedras de Fogo. Depois, foi representar o município na etapa estadual do evento. Ela estuda com o professor e artista plástico Paulo Xavier a algum tempo e vem desenvolvendo suas habilidades criativas.

Natália e sua tela

A modalidade que a estudante concorreu foi a de artes visuais. Natália pintou a tela de Jackson do Pandeiro, homenageado deste ano do Arte em Cena, com técnica óleo sobre tela. As professoras Juliana e Jandira acompanharam a artista na final e a Escola João Úrsulo deu total apoio para que ela pudesse participar da final.

“A aluna Natália Cândido tem nos orgulhado muito. Ela começou a estudar na ECIT João Úrsulo no ano de 2018 e sempre tem se mostrado extremamente talentosa, sempre um destaque na escola no que se refere a educação artística. Com o incentivo da professora Juliana e Paulo no Casarão da Cultura ela vem desenvolvendo cada vez mais suas habilidades artísticas e culturais”, disse o professor Maciel, gestor da ECIT João Úrsulo.

O Festival foi realizado pelo Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado de Educação e da Ciência e Tecnologia (SE – ECT). Na etapa regional do Festival, a prefeitura deu total apoio, disponibilizando som, jurados da Escola de Artes do Casarão da Cultura, dentre outras coisas. Nesta etapa final, a gestão municipal disponibilizou transporte para a aluna Natália e as professoras que a acompanharam.

Encontro – O Festival tem o objetivo de promover o encontro do projeto pedagógico das escolas de ensino médio da Rede Estadual com experiências culturais, despertando o interesse e o protagonismo dos estudantes para valores artísticos, segundo os organizadores. Esta foi a terceira edição do Festival, criado em 2017.

Este ano, o evento fez alusão ao decreto que institui 2019 como o ‘Ano Cultural Jackson do Pandeiro, rei do ritmo e cidadão do mundo’. Caravanas de todo o Estado estiveram no evento. Foram mais de 60 escolas estaduais representando as 14 Gerências Regionais de Educação. Mais de 300 alunos se apresentaram em teatro, dança, música, literatura e artes visuais. Além dos professores, que acompanharam as equipes, e os estudantes, que prestigiaram as apresentações.

Redação PB Debate com Ascom

Romance histórico sobre a conquista do Sertão será lançado nesta terça (03) em CG

Compartilhar