Deputado paraibano vota contra convocação de ministro da Educação para explicações na Câmara

Julian Lemos, presidente estadual do PSL (Foto: Reprodução)

Além de ser o único deputado federal do PSL da Paraíba, mesmo partido do presidente Jair Bolsonaro, o deputado Julian Lemos também foi o único parlamentar paraibano a votar contra a convocação do ministro da Educação, Abraham Weintraub, para explicar, na Câmara dos Deputados, o bloqueio de verbas para a Educação. Dos doze eleitos em 2018, onze votaram sim – pela convocação, atendendo a um clamor popular.

Apesar do voto contrário de Julian, o requerimento de convocação foi aprovado por 307 votos favoráveis e 82 contrários (incluindo o do paraibano).

Weintraub foi ouvido em uma “comissão geral” (sessão de debates no plenário). Ele é o primeiro ministro do Governo Bolsonaro convocado por alguma das casas do Congresso.

Por se tratar de convocação, Weintraub é obrigado a comparecer à Câmara, sob pena de incorrer em crime de responsabilidade na hipótese de ausência “sem justificação adequada”, conforme prevê a Constituição Federal.

VEJA TAMBÉM:

João Azevêdo anuncia pagamento do 13º salário

Compartilhar