Em dia de Previdência, deputado dorme na Câmara; votação será nesta quarta (10)

Anastácio dormindo – Foto: Época

Com 500 dos 513 deputados presentes na Câmara e no dia em que a reforma da Previdência chegaria ao plenário, nesta terça-feira (9), dois deputados petistas aproveitaram a sessão para dormir e colocar a leitura em dia. Um deles, o paraibano Frei Anastácio, tirou um cochilo em meio a barulheira do plenário cheio, com o microfone nas alturas. Na madrugada, Câmara aprovou requerimento de encerramento da etapa de discussões.

Perto de sua cadeira, estava o correligionário, deputado Patrus Ananias, de Minas Gerais, lendo o livro As razões da independência, dos anos 1960, de Nelson Werneck Sodré, general marxista punido pelo golpe militar. Como tudo que acontece no mundo político, os registros circularam pela internet e viraram memes.

Após a conclusão da etapa de discussões na madrugada, deputados tentarão a partir desta quarta-feira votar em primeiro turno a proposta de emenda à Constituição da reforma da Previdência, que muda as regras para aposentadoria. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), convocou sessão para as 9h, mas disse que somente às 10h30 dará início aos trabalhos, com a concessão da palavra a seis oradores, três pró e três contra a reforma, por cinco minutos cada um.

A intenção é tentar votar o texto-base da reforma pela manhã e partir para a votação à tarde dos destaques ou trechos específicos do texto destacados para votação em separado.

Redação PB Debate com Tá na Área e G1

LEIA TAMBÉM

Presidente da CDL, Artur Bolinha defende ampliação do São João para 40 dias

Compartilhar