Em meio à crise no partido, Jair Bolsonaro decide deixar o PSL

Foto: Reprodução

O presidente da República, Jair Bolsonaro, nesta quarta-feira (9) optou por deixar o PSL, partido que com a sua eleição em outubro de 2018 passou a ser um dos maiores do país ao lado do PT, MDB e PSDB. Aliados de Bolsonaro já estão sendo informados da decisão.

A saída do presidente acontece em meio crise a uma profunda crise no partido envolvido em escândalos de candidaturas laranjas. “Esquece o PSL, Bivar está queimado”, disse ontem (8) Bolsonaro sobre o presidente do partido, deputado Luciano Bivar.

Com passagens pelo PSC e Progressistas, Bolsonaro deve migrar para um outro partido de direita.

VEJA TAMBÉM:

Julian sobre Moacir Rodrigues no PSL: “Dou a carta de desfiliação a hora que ele quiser”

Compartilhar