Empresário vira réu no caso de assassinato de radialista em Campina Grande

Roberto Vicente Correia do Monte (Foto: Reprodução/Internet)

O empresário Roberto Vicente Correia do Monte, acusado de matar o radialista Joacir Oliveira Filho, de 34 anos, no dia 30 de maio, em um restaurante, no Centro de Campina Grande, virou réu por homicídio após a justiça acatar a denúncia do Ministério Público da Paraíba. O motorista do empresário, Mário Lúcio de Oliveira, que foi flagrado nas imagens dando fuga ao acusado, logo após o assassinato, também foi denunciado por participação no crime.

Na denúncia, o MPPB pede que Roberto Vicente seja pronunciado a júri e julgado pelo Conselho de Sentença. O empresário foi indiciado por homicídio pela delegada da Polícia Civil, Suelane Guimarães.

O juiz do 1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Campina Grande, Bartolomeu Correia Lima, ao analisar o inquérito, reconheceu a existência de indícios de autoria do crime, além de provas da sua materialidade. Como o magistrado aceitou a denúncia, foi iniciada a ação penal e o acusado passou a ser considerado na condição de réu.

VEJA TAMBÉM:

Na Paraíba: Empresa de ônibus vai pagar indenização de R$ 50 mil por morte de ciclista

Compartilhar