Enivaldo acredita que Famintos não prejudicará sucessão de Romero e alerta sobre demora para escolha de candidatos

Romero e Enivaldo em ato político em 2016 (Foto: Reprodução)

O vice-prefeito de Campina Grande, Enivaldo Ribeiro (Progressistas), falou nesta terça-feira (13) em entrevista concedida à Rádio Correio FM sobre a Operação Famintos, que foi desencadeada pela Polícia Federal e investiga fraudes em licitações para a aquisição da merenda escolar em Campina grande e em outras cidades paraibanas.

Enivaldo acredita que a investigação não prejudicará candidatura à Prefeitura Municipal de Campina Grande nas eleições de 2020 pelo grupo.

“Ninguém sabe quem tem culpa na história, todo mundo é inocente até que prove contrário. Cabe a justiça fazer o trabalho dela e isentar quem não tem culpa, que tenho certeza que grande maioria não tem culpa. Não respinga em nada em relação a campanha porque o trabalho de Romero tem sido muito sério”, afirmou.

Usando como exemplo a vitória já em primeiro turno de João Azevêdo (PSB) ao Governo da Paraíba, Enivaldo alertou a base do prefeito Romero Rodrigues (PSD) sobre a demora para definir o nome que será apoiado por eles para o pleito de 2020.

“A eleição do ano passado João estava “lá embaixo” e terminou ganhando a eleição. Ganhou mais pela incompetência da oposição do que pela competência do governador. O prefeito de João Pessoa não tomou uma posição de fazer uma escolha, de preparar alguém. Eu disse que se gosta de fazer as coisas de última hora termina não dando em nada, como aconteceu com a eleição passada, que ficaram na indecisão. Agora, tem que começar a consertar as coisas para dar certo”, sugeriu o presidente estadual do PP.

VEJA TAMBÉM:

Olímpio Oliveira garante pré-candidatura a prefeito de Campina Grande com o apoio de senador

Bruno Cunha Lima recebe convite para se filiar ao Patriota

Compartilhar