Itaporanga pede justiça por morte de radialista vítima de crime de homofobia; audiência de suspeito será nesta quarta (4)

O suspeito de matar o radialista Denisvaldo Mendes Pacheco, 36, na semana passada em Itaporanga vai a audiência de custódia nesta quarta-feira (4) no Forum da cidade. Para pedir justiça para o caso, as pessoas estarão se concentrando à partir das 8h no posto de Jamaci. Familiares e amigos estarão vestidos de preto.

Eles levarão cartazes clamando por justiça e estão orientando os participantes a realizar um ato silencioso e sem baterna.

O suspeito de matar Denisvaldo é casado e teria um caso com a vitima, que segundo os familiares, estava tentando acabar o relacionamento. A suspeita é de que o rapaz que era gay foi vítima de homofobia e a família e moradores revoltados, pedem justiça.

De acordo com as pessoas que o conheciam, o radialista era uma pessoa tranquila, que não possuía atrito com ninguém. Eles lamentam que algumas pessoas tenham minimizado o crime, tratando-o de forma desdenhosa pelo fato da vitima ser homossexual.

Leia mais: http://paraibadebate.com.br/homofobia-corpo-de-radialista-e-encontrado-em-matagal-na-pb/

Compartilhar