João Azevêdo coloca nas mãos da Executiva Nacional do PSB permanência no partido

Foto: Reprodução

O governador da Paraíba, João Azevêdo, declarou que a Direção Nacional do PSB deverá decidir se ele permanece no partido. Em entrevista na manhã desta segunda-feira (19), João mostrou descontentamento com a intervenção feita pela Nacional do partido no Diretório Estadual.

“O PSB vai decidir qual é a posição que ele quer com relação ao governador. Se ele quer o governador dentro do PSB ou não”, ressaltou.

Ele revelou ainda que em conversas com Carlos Siqueira, presidente nacional do partido, demonstrou o seu descontentamento. Ele afirmou que “eu já disse ao presidente que não concordo com a posição do partido. Eu não vejo de forma nenhuma a necessidade de intervenção”.

O Diretório Estadual do PSB na Paraíba foi dissolvido e está sob intervenção nacional desde o final da última semana. Edvaldo Rosas, que presidia a legenda, foi destituído do cargo após conflitos internos.

VEJA TAMBÉM:

Julian Lemos, ‘o federal de Bolsonaro’, posta foto com filiado ao PCdoB que é removido do grupo do partido

Compartilhar