João Pessoa, CG e Curral Velho são as prefeituras que mais gastaram com diárias

Charge: Nani

Gastos com diárias têm sido um assunto um tanto quanto polêmico e até mesmo delicado para alguns que possuem cargos eletivos. Eles são legais e servem para custear agendas externas dos agentes públicos. O Paraíba Já traz, nesta quarta-feira (12), o ranking das prefeituras paraibanas que mais gastaram com essa despesa em 2018. Os dados são do Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade (Sagres), ferramenta do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB).

As prefeituras que mais gastaram com diárias para prefeitos, vices e servidores foram João Pessoa (R$ 817.387), Campina Grande (R$ 353.307), Curral Velho (R$ 337.195), Cajazeiras (R$ 211.890), Sousa (R$ 210.086), São José de Princesa (R$ 189.629), Lucena (R$ 185.770), Poço Dantas (R$ 176.312) e São José de Piranhas (R$ 173.220) e Conceição (R$ 162.520).

As que menos gastaram foram Cuité de Mamanguape (R$ 6.150), Cacimba de Dentro (R$ 6.120), Caturité (R$ 5.500), Riachão do Bacamarte (R$ 4.845), Lastro (R$ 3.957), Olivedos (R$ 2.843), Juarez Távora (R$ 2.160), Cacimba de Areia (R$ 1.470), São Sebastião de Lagoa de Roça (R$ 578) e Pilar (R$ 472).

Para se chegar a esses números, foi realizada a soma das diárias gastas tanto pelas prefeituras, quanto pelos fundos municipais de Saúde, de Assistência Social, assim como pelos institutos de Previdência municipais, à exceção de João Pessoa e Campina Grande, que possuem mais fontes.

No ano passado, das 223 prefeituras, apenas cinco não registraram concessão de diárias. São elas Cruz do Espírito Santo, Gurinhém, Pitimbu, São Domingos do Cariri e São Mamede.

Prefeituras e Câmaras –Há uma discrepância ao analisar os gastos com diárias realizados pelas Prefeituras e Câmaras municipais ao longo de 2018. No ranking publicado pelo Paraíba Já na série “Pra onde foi a grana?”, que traz os dados sobre as despesas das 223 Câmaras, apenas há dois municípios que figuram entre as 10 que mais gastam: João Pessoa e Cajazeiras.

Enquanto a Prefeitura de João Pessoa, gestão do prefeito Luciano Cartaxo, lidera o ranking das que mais gastam, a Câmara da Capital figura em terceiro lugar. A primeira é a edilidade que tem maior número de servidores, secretarias e demandas externas. A segunda também é a maior Casa Legislativa do estado, tendo 27 vereadores eleitos, fluxo de atividades diário e serviços como rádio e TV Câmara.

Cajazeiras ocupa espaços parecidos entre os rankings, apesar da diferença de gastos. A Prefeitura, gestão do prefeito José Aldemir, é a quarta que mais gasta com diárias e a Câmara, a quinta. Ainda no ano passado, as duas Câmaras que mais gastaram foram Santa Rita e Conde, respectivamente. Se comparar as despesas entre Executivo e Legislativo nas duas cidades, a diferença é abissal.

No caso do primeiro município, a Prefeitura (140ª no ranking), na gestão do prefeito Emerson Panta, gastou R$ 28.190 mil no ano passado, enquanto a Câmara, R$ 436.048 mil. Já em Conde (32ª no ranking), gestão da prefeita Márcia Lucena, a Prefeitura gastou R$ 94.830 mil e a Câmara, R$ 225.820 mil.

Gastos – Variam sempre. Podem ser inseridos nas justificativas para diárias custos com deslocamento (passagens), alimentação e hospedagens. No caso das prefeituras, os principais motivos para esta despesa são participações em reuniões em ministérios na Capital Federal para captação de recursos e destravamento de projetos; reuniões em escritórios de advocacia e de contabilidade; e eventos de capacitação para gestores.

A cidade que menos gastou neste ano com diárias foi Pilar, com pouco mais de 11 mil habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foram gastos apenas R$ 472.

Confira ranking completo (números em R$):

1. JOÃO PESSOA – 817.387
2. CAMPINA GRANDE – 353.307
3. CURRAL VELHO – 337.195
4. CAJAZEIRAS – 211.890
5. SOUSA – 210.086
6. SÃO JOSÉ DE PRINCESA – 189.629
7. LUCENA – 185.770
8. POÇO DANTAS – 176.312
9. SÃO JOSÉ DE PIRANHAS – 173.220
10. CONCEIÇÃO – 162.520
11. SUMÉ – 161.493
12. BOM JESUS – 152.802
13. BREJO DO CRUZ – 152.695?
14. SÃO JOÃO DO RIO DO PEIXE – 146.817
15. MONTEIRO – 145.950?
16. UIRAÚNA – 138.386
17. CATOLÉ DO ROCHA – 128.727
18. PASSAGEM – 128.601
19. CABEDELO – 127.426
20. TRIUNFO – 120.270
21. PRINCESA ISABEL – 119.191
22. NOVA FLORESTA – 112.767
23. CARRAPATEIRA – 111.510
24. DESTERRO – 110.563
25. PATOS – 109.112
26. SAPÉ – 107.317
27. CUITÉ – 105.682
28. SANTANA DOS GARROTES – 102.551
29. TAVARES – 101.508
30. RIACHO DE SANTO ANTÔNIO – 97.220
31. SANTA LUZIA – 95.520
32. CONDE – 94.830
33. QUEIMADAS – 92.800
34. ZABELÊ – 91.520
35. ARARA – 90.281
36. BOM SUCESSO – 89.510
37. SOLÂNEA – 87.585
38. JACARAÚ – 87.465
39. RIACHO DOS CAVALOS – 87.091
40. SÃO MIGUEL DE TAIPU – 85.925
41. MATINHAS – 85.650
42. TACIMA – 83.675
43. SERRA DA RAIZ – 83.540
44. NAZAREZINHO – 82.970
45. AREIA DE BARAÚNAS – 79.880
46. ALAGOA GRANDE – 78.873
47. CAIÇARA – 78.262
48. CONDADO – 78.004
49. SOLEDADE – 77.619
50. IMACULADA – 76.077
51. SANTO ANDRÉ – 75.654
52. VIEIRÓPOLIS – 75.250
53. SANTA HELENA – 74.842
54. SANTA TERESINHA – 72.694
55. TAPEROÁ – 70.725
56. OURO VELHO – 69,8 MIL
57. LOGRADOURO – 69.680
58. PICUÍ – 67.721
59. CACIMBAS – 67.250
60. MONTE HOREBE – 66.820
61. SÃO BENTINHO – 66.115
62. JERICÓ – 66.100
63. COREMAS – 64.810
64. SÃO JOSÉ DOS RAMOS – 62.909
65. IGARACY – 62.770
66. SÃO VICENTE DO SERIDÓ – 62.677
67. CAMALAÚ – 60.480
68. SANTARÉM/JOCA CLAUDINO – 59.371
69. SÃO JOSÉ DO BREJO DO CRUZ – 59.100
70.SERRA GRANDE – 59.015
71. SANTA CRUZ – 58.350
72. MARIZÓPOLIS – 58.223
73. SÃO JOSÉ DE LAGOA TAPADA – 57.720
74. LAGOA – 57.460
75. SÃO DOMINGOS – 56.500
76. AROEIRAS – 56.238
77. PEDRA BRANCA – 55.425
78. ARAÇAGI – 53.522
79. MATARACA – 52.942
80. PIANCÓ – 52.693
81. CUITEGI – 51.657
82. BARAÚNA – 51.510
83. SÃO JOSÉ DE CAIANA – 51,2 MIL
84. OLHO D’ÁGUA – 51.066
85. AGUIAR – 50.710
86. PRATA – 49.968
87. MALTA – 49.725
88. PAULISTA – 49,2 MIL
89. CACHOEIRA DOS ÍNDIOS – 48.340
90. SÃO BENTO – 47.925
91. SÃO SEBASTIÃO DE UMBUZEIRO – 47.620
92. POMBAL – 47.400?
93. TEIXEIRA – 47.237
94. MULUNGU – 46.663
95. SÃO JOSÉ DO SABUGI – 46.190
96. GUARABIRA – 46.170
97. CAAPORÃ – 45.710
98. BELÉM – 45.329
99. ASSUNÇÃO – 45.265
100. CASSERENGUE – 45.180
101. PILÕES – 44.396
102. APARECIDA – 44.390
103. SANTA CECÍLIA – 44.050
104. SÃO FRANCISCO – 43.380
105. DONA INÊS – 41.505
106. MONTADAS – 41.099
107. MATO GROSSO – 40.881
108. POÇO JOSÉ DE MOURA – 40.769
109. SÃO JOSÉ DO BONFIM – 40.660
110. LAGOA DE DENTRO – 40.280
111. MATURÉIA – 39.820
112. VISTA SERRANA – 39.775
113. SÃO JOSÉ DE ESPINHARAS – 39.260
114. ESPERANÇA – 38.550
115. PEDRO RÉGIS – 38.017
116. MÃE D’ÁGUA – 37.250
117. DAMIÃO – 37.195
118. TENÓRIO – 37.030
119. POCINHOS – 36.350
120. SOSSEGO – 35.860
121. LIVRAMENTO – 35.330
122. IBIARA – 34.953
123. PEDRA LAVRADA – 34,9 MIL
124. INGÁ – 33.690
125. CABACEIRAS – 33.508
126. JURIPIRANGA – 32.835
127. EMAS – 32.120
128. NATUBA – 31.970
129. CUBATI – 31.860
130. LAGOA SECA – 31.540
131. MANAÍRA – 30.530
132. ALAGOINHA – 30.525
133. SÃO JOÃO DO TIGRE – 30.490
134. PIRPIRITUBA – 29.621
135. ARARUNA – 29.360
136. BAYEUX – 29.050
137. SÃO JOÃO DO CARIRI – 29 MIL
138. FREI MARTINHO – 28.740
139. JURU – 28.295
140. SANTA RITA – 28.190
141. BANANEIRAS – 27.640
142. UMBUZEIRO – 27.611
143. CARAÚBAS – 27.540
144. BELÉM DO BREJO DO CRUZ – 27.295
145. BERNARDINO BATISTA – 27.150
146. DUAS ESTRADAS – 26.780
147. SERRA BRANCA – 26,7 MIL
148. VÁRZEA – 26.587
149. AREIA – 26.325
150. SOBRADO – 26.050
151. CONGO – 25.240
152. GURJÃO – 25.230
153. SALGADINHO – 24.788
154. BORBOREMA – 24.076
155. BREJO DOS SANTOS – 23.855
156. BARRA DE SANTA ROSA – 23.040
157. MAMANGUAPE – 22.790
158. COXIXOLA – 22.308
159. ITABAIANA – 22.002
160. MOGEIRO – 21.740
161. RIACHÃO – 21.350
162. BAÍA DA TRAIÇÃO – 21.075
163. SERRARIA – 20.790
164. ALCANTIL – 19.717
165. NOVA PALMEIRA – 19.475
166. MASSARANDUBA – 19,4 MIL
167. PARARI – 19.395
168. BOA VISTA – 19.230
169. QUIXABÁ – 18.800
170. CATINGUEIRA – 18.535
171. RIO TINTO – 18.473
172. SÃO JOSÉ DOS CORDEIROS – 18.420
173. ALHANDRA – 17.325
174. NOVA OLINDA – 17.208
175. ITAPOROROCA – 16.775
176. SANTA INÊS – 16.530
177. PUXINANÃ – 16.517
178. AMPARO – 16.435
179. ÁGUA BRANCA – 16.265
180. SERTÃOZINHO – 16.085
181. CAPIM – 15.979
182. CALDAS BRANDÃO – 15.060
183. JUNCO DO SERIDÓ – 15.048
184. MARCAÇÃO – 14.911
185. PEDRAS DE FOGO – 14.412
186. MARI – 14.290
187. DIAMANTE – 14.106
188. REMÍGIO – 13.650
189. FAGUNDES – 12.725
190. SERRA REDONDA – 12.432
191. BARRA DE SANTANA – 11.825
192. AREIAL – 11.640
193. CAJAZEIRINHAS – 11.640
194. ALGODÃO DE JANDAÍRA – 10.525
195. BOA VENTURA – 10.476
196. CURRAL DE CIMA – 9.980
197. ALAGOA NOVA – 9.919
198. ITATUBA – 9.215
199. BONITO DE SANTA FÉ – 14.772
200. RIACHÃO DO POÇO – 14.722
201. JUAZEIRINHO – 13.323
202. PILÕEZINHOS – 11.655
203. SANTANA DE MANGUEIRA – 9.922
204. SALGADO DE SÃO FÉLIX – 9.565
205. BOQUEIRÃO – 8.611
206. ITAPORANGA – 8.512
207. GADO BRAVO – 8.275
208. CUITÉ DE MAMANGUAPE – 6.150
209. CACIMBA DE DENTRO – 6.120
210. CATURITÉ – 5,5 MIL
211. RIACHÃO DO BACAMARTE – 4.845
212. LASTRO – 3.957
213. OLIVEDOS – 2.843
214. JUAREZ TÁVORA – 2.160
215. CACIMBA DE AREIA – 1.470
216. SÃO SEBASTIÃO DE LAGOA DE ROÇA – 578
217. PILAR – 472

Fonte: PB Já

LEIA TAMBÉM:

ÍNDIOS: Presidente da Funai é exonerado do cargo

Compartilhar

Enquete

Cotações

  • Dólar TurismoR$ 4,1600
  • LibraR$ 4,8673
  • Peso Arg.R$ 0,0730
  • BitcoinUS$ 10.370,7500

Denuncie pelo WahtsApp