Livânia não gostava de João Azevêdo, revela Ivan Burity

19
Foto: Reprodução

O ex-secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico da Paraíba, Ivan Burity, revelou, durante trecho de sua delação no âmbito da Operação Calvário, que a ex-secretária de Administração do Estado, Livânia Farias, foi a principal responsável pela retirada da candidatura do atual governador João Azevêdo (sem partido) à Prefeitura Municipal de João Pessoa nas eleições de 2016 e elencou o nome da atual deputada Cida Ramos (PSB) para o pleito

No trecho, Ivan deu detalhes da interferência direta de Livânia Farias no pleito de 2016, afirmando que ela “não gostava” de João e por isso o “queimou”.

“Entre a eleição de Estela [2012] e Cida [2016], quando chegou por exemplo à eleição de Cida, foi ela [Livânia] quem tirou João [da disputa pela PMJP]. Ela não gostava de João, queimou João”, disse o ex-secretário.

Confira o trecho da delação:

Vídeo: WSCOM

VEJA TAMBÉM:

Assinaturas para criação do Aliança pelo Brasil não estão sendo coletadas em Igrejas, diz vereadora

Compartilhar

Enquete

Você é CONTRA ou A FAVOR de encerrar a quarentena do COVID-19?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp