Março, abril e maio de 2018 terão chuvas acima da média, segundo previsão

57
Foto: Reprodução

A previsão de chuvas para os meses de março, abril e maio deste ano, após sete anos de estiagem, será na média, ou acima da média, segundo foi divulgado, nesta quinta-feira (22), durante reunião de Análise Climática para o Semiárido do Nordeste Brasileiro, que aconteceu no Rio Grande do Norte.

Os órgãos integrantes dsse encontro revelaram como devem ser as chuvas nos próximos meses para a Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte. A expectativa é de que as chuvas sejam bem melhores que os últimos sete anos, quando as chuvas foram abaixo da média.

Segundo o G1, o meteorologista da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), Gilmar Bristot explicou que essa mudança se dá porque o “Oceano Pacífico manteve a condição de uma grande área com águas mais frias. Já o Oceano Atlântico manteve um aquecimento, principalmente, na faixa equatorial e o Atlântico norte resfriou”.

Na Paraíba

Desde o início deste ano, as cidades do Sertão da Paraíba estão registrando os maiores índices de chuva do estado. O maior volume de precipitação aconteceu no município de Carrapateira, com 375,5 mm entre 1º de janeiro até esta quinta-feira (22).

Na lista de 10 cidades com maiores registros de chuvas neste ano, além de Carrapateira, estão Cajazeiras (371,5 mm), São Domingos (366 mm), Sousa (3635 mm), Cajazeirinhas (362,3 mm), Cachoeira dos Índios (333,8 mm), Igaracy (331,8 mm), Itaporanga (328,1 mm), Monte Horebe (305,7 mm) e São Bentinho (305,3 mm).

Veja também:

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp