Ministro do Supremo condena postura do presidente da Câmara Federal

2

Marco Aurélio Mello, ministro do Supremo Tribunal Federal, criticou a decisão de Eduardo Cunha, presidente da Câmara Federal, de retaliar Dilma Rousseff diante do apoio do PT à continuação do processo contra ele no Conselho de Ética, noticia o jornal O Globo.

– É inimaginável, é impensável que um presidente da Câmara faça retaliação, que estivesse com o dedo no gatilho e que faça isso horas depois de o PT anunciar que votaria contra ele no Conselho de Ética.

FONTE: Da Redação

Compartilhar

Enquete

Você é CONTRA ou A FAVOR de encerrar a quarentena do COVID-19?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp