MÚSICA E NATUREZA: Lajedo do Marinho terá circuito Som nas Pedras

Lajedo do Marinho – Fotos: Val da Costa

Quem nunca viu a junção encantadora da natureza com as artes, terá uma oportunidade de se deleitar neste fim de semana. A cidade de Boqueirão, no Cariri da Paraíba, será a nona e última a receber o Circuito Som nas Pedras neste sábado (23), com música e poesia. A atividade ocorrerá a partir das 16h30, no Distrito do Marinho.

As atrações são Pôr do sol ao som do sax, poeta Gilberto José, voz e violão com Dayane Mendes, forró pé-de-serra, orquestra Prima polo CIAC, filarmônica municipal, fanfarra Distrito do Marinho, Saraiva Luz, Cleidson Tadeu e Quinteto Tamantiá, além da declamação do cordel “Um lugar chamado Marinho”. Haverá ainda feirinha de artesanato e vendas de comidas e bebidas típicas.

Acampamento do Distrito O local é conhecido por ter um acampamento fixo, que funciona o ano todo, para amantes da natureza.
Artesanato – As crocheteiras do Distrito são uma atrativo à parte. Elas enfeitam todo o local, especialmente a praça do Distrito, para receber os visitantes.
Comidas e bebidas – O café e o lanche são servidos nas calçadas das casas dos moradores, um pedaço de aconchego que desacelera quem vem da correria da cidade.

Som e natureza – O Circuito Som nas Pedras inciou a partir deste ano e foi realizado em nove cidades do Sertão e Cariri paraibanos. Um circuito inovador, que une arte e natureza num programa excepcional para turistas. O lançamento oficial do Circuito foi dia 14 de agosto, no auditório 1 do Espaço Cultural, em João Pessoa.

Circuito em Juru | Foto: Secom

Com um público estimado em mais de duas mil pessoas, a abertura do Circuito foi realizada no dia 31 de agosto, no município de Juru. Monteiro, Teixeira, Princesa Isabel, Congo, Cabaceiras, Serra Grande, Queimadas e Boqueirão tiveram o que mostrar. O Projeto é uma realização das prefeituras destes municípios em parceria com o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e a Empresa Paraibana de Turismo (PBTur). O apoio é da Empresa Paraibana de Comunicação (EPC) e Sebrae, além da iniciativa privada.

Valdívia Costa/ PB Debate

LEIA TAMBÉM

Itabaiana realiza 2º prêmio Arlinda Cirandeira e homenageia 11 personalidades da cidade

Compartilhar