Pocinhos e a política do “pelo menos”

Há muito tempo que a cidade de Pocinhos não tem figurado com destaque em nenhuma área de atuação. Não se vê, como antes se via, notícias de alto desempenho em nenhuma setor da administração pública.

A cidade vive hoje a política do “pelo menos”, “não tem médico, mas pelo menos o hospital está aberto”, “não tem sopa todos os dias, mas pelo menos tem dois dias”, “os alunos vão imprensados pra Campina, mas pelo menos o ônibus está indo”. É muito pouco pra uma cidade do tamanho de Pocinhos.

Enquanto isso, como foi noticiado pelo portal Paraíba Debate, se gastam milhões com parentes do prefeito e assessores, assessores esses que em muitas das vezes nem serviço prestam, recebem apena com a cara. Enquanto isso, o povo sofre com o descaso e tendo que se contentar com o “pelo menos” que lhe é dado.

Compartilhar

Autor: Demétrio Costa

Filho natural de Pocinhos-PB, graduando em Publicidade.

Enquete

Quem é o melhor candidato (a) do grupo de OPOSIÇÃO para a prefeitura de Campina em 2020?

Cotações

  • Dólar TurismoR$ 3,9300
  • LibraR$ 5,0159
  • Peso Arg.R$ 0,0930
  • BitcoinUS$ 3.995,0900

Denuncie pelo WahtsApp