Secretaria de Saúde regulariza pagamento de anestesistas do Hospital Pedro I

Hospital Pedro (Foto: Val da Costa)

A Secretaria Municipal de Saúde de Campina Grande informa que, apesar do atraso de repasses financeiros do Ministério da Saúde, está solucionando os débitos com a COCAN – Cooperativa Campinense de Anestesiologistas para evitar a suspensão das atividades dos profissionais da cooperativa que atuam na realização de cirurgias eletivas no Hospital Municipal Pedro I.

O último repasse feito pelo Ministério da Saúde para o custeio das cirurgias eletivas na rede municipal de saúde de Campina Grande foi feito em fevereiro deste ano, referente à competência de novembro de 2018. Ou seja, há mais de seis meses a Prefeitura vem arcando o custeio das cirurgias eletivas no Hospital Pedro I com recursos próprios. Por conta disso, a Secretaria de Saúde vem encontrando dificuldades para manter os pagamentos da COCAN atualizados.

Desde que foi municipalizado, em 2013, o Hospital Pedro I já realizou mais de dez mil cirurgias. Somente no ano passado foram mais de 1.766 procedimentos feitos na unidade, em diversas especialidades médicas, como ginecologia, vascular, cirurgia geral, otorrino, neurologia e mastologia. Também em 2018, a Prefeitura reformou o centro cirúrgico do hospital para garantir mais qualidade no atendimento aos pacientes.

Compartilhar