Suspeito de homicídio na Palmeira é preso; casa onde aconteceu crime é incendiada

Rudson, preso, e Guilherme, vítima – Foto/montagem: PB Debate

O suspeito de matar um homem no bairro da Palmeira, em Campina Grande, no Agreste, foi preso. O Major Terceiro, comandante do 6º Batalhão de Polícia Militar (BPM) em Cajazeiras, no Sertão da Paraíba, confirmou, em entrevista à rádio Arapuan FM, que Rudson Dias de Araújo, de 31 anos, foi detido numa pousada nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (12). Um incêndio foi registrado no início da manhã, na mesma casa onde foi encontrado o corpo de Guilherme.

Segundo Rudson, que confessou ter matado o amigo na noite da última terça-feira (10), o crime ocorreu após uma briga durante uma partida de pôquer, na casa onde vítima e acusado moravam, na Rua Arquimedes Souto Maior. Já as causas do incêndio registrado por volta das 4h30 ainda não foram divulgadas. O Corpo de Bombeiros compareceu ao local para controlar as chamas por volta das 6h.

Guilherme foi morto por um golpe de faca e o corpo ainda apresentava sinais de estrangulamento. Após o delito, o acusado fugiu no próprio carro da vítima, um Toyota Etus, de cor branca, que foi apreendido com Rudson, no Sertão. Ao ser preso, ele alegou legítima defesa, mas não explicou como ocorreu a briga.

Pelos sinais encontrados no corpo de Guilherme, eles travaram uma luta corporal antes da vítima ser enforcada. Guilherme ainda foi atingido por várias facadas. O acusado está sendo ouvido na Delegacia de Homicídios de Cajazeiras e deverá ser encaminhado, na tarde desta quinta, para Campina Grande.

Vejam cenas do incêndio:

Incêndio na casa onde homem foi encontrado morto, na Palmeira

Incêndio na casa onde homem foi encontrado morto, na Palmeira – Imagens: reddes sociais

Posted by Paraíba Debate on Thursday, September 12, 2019

Fontes: Blog do Márcio Rangel e Parlamento PB

LEIA TAMBÉM

Rapaz é encontrado morto no bairro da Palmeira e amigo é principal suspeito

Compartilhar