Vendas do comércio no semestre têm maior queda desde 2003, diz IBGE

A atividade do comércio recuou 0,4% em junho, a quinta queda consecutiva, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No mês anterior, o varejo havia recuado 0,8%. Na comparação com junho do ano passado, a retração foi muito maior, de 2,7%.

No ano, o comércio acumula queda de 2,2%, o pior resultado desde o primeiro semestre de 2003, quando a baixa foi de 5,7%, interrompendo uma sequência de 11 anos de taxas positivas consecutivas Em 12 meses, o índice tem recuo de 0,8%.

Em ambas as comparações, entre os ramos que mais sofreram com queda das vendas foram os de automóveis, de móveis e eletrodomésticos e de materias para construção.

As vendas do setor de móveis e eletrodomésticos, por exemplo, diminuíram 13,6% em relação ao ano passado, e exerceram a principal influência para o recuo do comércio em geral. De acordo com o IBGE, esse resultado é justificado “pelo menor ritmo de crescimento do crédito com recursos livres, além do comportamento da massa de rendimento médio real habitual dos ocupados”.

Fonte:g1

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *