Vereador cria Virada Cultural e esterilização de animais em Campina Grande

Durante sessão na manhã desta quinta-feira, 30, na Câmara Municipal de Campina Grande, o vereador Murilo Galdino (PSB) conseguiu a aprovação por unanimidade de três projetos de lei de sua autoria. Um deles institui a Virada Cultural que se trata de um evento com 24 horas de atrações artístico-culturais ininterruptas e outro que dá a uma das novas ruas de Campina, o nome do produtor cultural e ex-presidente da PBTur, Raniery Barbosa, vítima de acidente automobilístico, o ano passado. Outro projeto de lei de autoria do vereador que foi aprovado e obteve bastante destaque, trata da criação de um programa permanente de controle reprodutivo de animais e realização de mutirões de esterilização.

O projeto de controle reprodutivo tem como objetivo, atender os animais cujos cuidadores não possuem recursos financeiros e principalmente, os animais de rua. Um dos itens do projeto trata da realização de mutirões de castração de cães e gatos em todos os bairros de Campina, e tem como objetivo reduzir o número de animais nas ruas, o abandono de filhotes nas vias públicas, além da prevenção e erradicação de doenças transmitidas pelos animais, evitando futuros gastos em controle de zoonoses.

Inicialmente, as castrações seriam feitas no Centro de Zoonoses, o que não descartaria o cadastramento de clínicas veterinárias, numa parceria público-privada. “Acho importante destacar que o projeto dispõe sobre o assunto de forma prática, levando os serviços às moradores que muitas vezes sequer tem o dinheiro do ônibus para levarem os animais ao centro, sem falar nos moradores de rua que quase sempre tem um animal de estimação e dos cães e gatos que estão abandonados mesmo”, explicou o vereador Murilo Galdino.
Virada Cultural

De acordo com o texto do projeto da Virada Cultural Campinense, o evento deverá ser realizado na metade do segundo semestre do ano, em apenas um dia. As atrações regionais e nacionais se revezarão em palcos montados em várias partes da cidade, em equipamentos de cultura ou praças. O evento se destinará à apresentação de manifestações das diversas expressões artísticas e culturais, tendo locais de realização, o centro histórico do município, o Parque do Povo, Teatro Municipal, museus e centros culturais que atualmente estão subutilizados, além dos bairros e equipamentos públicos como praças, dentre outros.

De acordo com o vereador Murilo Galdino, “com essa iniciativa Campina Grande só tende a consolidar a vocação que sempre teve na promoção de eventos culturais. Além de ser uma excelente oportunidade de homenagear artistas da terra e revelar novos talentos. Um evento como esse ainda propicia o aquecimento do comércio e gera empregos e renda para a população.”

Para viabilizar a execução do evento que deverá ser realizado pelo município em parceria com a iniciativa privada, o projeto cria o selo “Eu Apoio a Virada Cultural”, como forma de incentivo aos patrocinadores. O selo será concedido à iniciativa privada que decida aderir à programação da Virada Cultural, mediante contrapartidas e critérios a serem fixados em regulamento próprio.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enquete

Cotações

  • Dólar TurismoR$ 4,3400
  • LibraR$ 5,4191
  • Peso Arg.R$ 0,0689
  • BitcoinUS$ 7.184,2500

Denuncie pelo WahtsApp