VÍDEO: Elefanta Lady destrói cercado e foge de seu habitat na Bica em JP

Bica – Foto: Patrícia Cantisani

A elefanta Lady, uma das principais atrações do Parque Zoobotânico Arruda Câmara, em João Pessoa, na Paraíba, fugiu do cercado onde vive na manhã desta segunda-feira (17). Moradores registraram ela fora do local comendo a vegetação. No vídeo é possível ver que o local foi destruído pelo animal que passou para o outro lado da construção.

Veja:

A direção da Bica informou que em virtude das chuvas, a cerca elétrica que protege o local foi desligada e por isso o animal fugiu. Conforme a direção, a elefanta já voltou para o seu habitat.

Leia a nota da gestão:

Cerca do recinto da elefanta Lady foi consertada

Lady vive num recinto, construído especialmente pra ela, dentro do Parque Zoobotânico Arruda Câmara, Bica. Por causa da chuva, parte da cerca elétrica do recinto da elefanta Lady foi danificada. Quando a elefanta percebeu que parte da cerca estava sem eletrificação, ela avançou cerca de cinquenta metros. O problema foi resolvido e a elefanta está em segurança.

O recinto de Lady está de acordo com as regras da legislação ambiental e, segundo a direção do Parque Zoobotânico Arruda Câmara, Bica, o espaço tem quase dois mil metros quadrados. O recinto tem um fosso de concreto que circula 50% da área, com a função de oferecer segurança ao animal e à população. Tem ainda uma área de cambiamento para tratamento de Lady, tanques de água, de areia e de lama. A área do abrigo é feita com estrutura metálica com troncos de eucalipto tratado e muro de concreto.

O recinto foi construído seguindo a Instrução Normativa 169 do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que institui e normatiza o uso e manejo da fauna em cativeiro no território brasileiro e seguiu orientações da ONG norte-americana Global Sanctuary for Elephants.

A elefanta Lady foi doada à cidade pelo Circo Europeu, em 2014. Ela recebe tratamento e acompanhamento veterinário desde os primeiros dias em que chegou a João Pessoa. Ao todo são 160 quilos diários de alimento distribuídos em cinco refeições, sendo três a base de frutas e duas de capim, além de uma ração concentrada de farelo de trigo e sal mineral, dada três vezes por semana. A dieta também é composta por uma grande ingestão de água.

Redação PB Debate com PB Já

LEIA TAMBÉM:

Família está morando em barraco improvisado em bairro nobre de CG; pai pede emprego

Compartilhar