Secretário de Saúde da Paraíba defende cancelamento do São João 2021 em Campina Grande

O secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, defendeu nesta terça-feira (5) o cancelamento do Maior São João do Mundo de 2021, a exemplo do que aconteceu no ano passado. A previsão do gestor é que no mês de junho, quando a festa tradicionalmente acontece, a maior parte da população não estará vacinada contra a Covid-19.

“A festa provocação aglomeração. Na minha opinião, ela não deveria ser realizada este ano. A previsão é que as pessoas entre 18 e 59 anos, que não estejam nos grupos prioritários, sejam vacinadas a partir do mês de agosto”, explicou. 

No dia 18 de dezembro, a Secretaria de Saúde da Paraíba apresentou o plano de vacinação. O documento exposto é uma versão preliminar, que tem como base plano nacional e delimita o que é de responsabilidade do Estado. Ele foi apresentado para representantes do Conselho de Secretários Municipais de Saúde da Paraíba (Cosems), do Conselho Estadual de Saúde (CES) e da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm).

A programação tem como prioridade a aplicação das vacinas em profissionais de Saúde; idosos; pessoas com doenças crônicas e com profissões com maior exposição ao público como policiais e agentes penitenciários; e populações vulneráveis como quilombolas e indígenas.

A Prefeitura de Campina Grande ainda não se posicionou sobre a realização do São João em 2021, muito por ser o início da nova gestão liderada pelo prefeito Bruno Cunha Lima (PSD). Entretanto, a Secretaria Municipal responsável pelo evento – a de Desenvolvimento Econômico, seguirá sendo comandada pela publicitária Rosália Lucas, facilitando assim a continuidade da gestão da festa.

Redação Paraíba Debate com informações do Paraíba Todo Dia

Leia mais:https://paraibadebate.com.br/e-cedo-para-pensar-em-lockdown-diz-geraldo-medeiros-sobre-nova-variante-do-coronavirus-na-paraiba/

Compartilhar