Bancada de João Azevêdo na ALPB receberá adesão, revela Gonçalves; novo integrante atua na região de Campina Grande

Depois do secretário de Juventude, Esporte e Lazer do Estado, o deputado licenciado Herzávio Bezerra (PSB) indicar que dois parlamentares oposicionistas anunciarão apoio ao governador João Azevêdo (Cidadania), foi a vez do deputado João Gonçalves, do Podemos, ir nesta mesma direção. Ele, que até pouco tempo respondia pela Articulação Política do Governo da Paraíba, disse: “Vamos ter outro companheiro [na bancada de governista]”.

Se confirmada essa adesão, será o terceiro deputado a deixar a oposição para se integrar à bancada de João Azevêdo. Em meados de 2020, passaram a compor o bloco Raniery Paulino (MDB) e Eduardo Carneiro (PRTB), que, respectivamente, haviam sido líder e vice-líder da oposição. Eles inclusive emplacaram aliados na administração e estiveram juntos do governador no processo eleitoral em diversas cidades, como João Pessoa e Guarabira.

Herzávio Bezerra, na última segunda-feira (4), citou como prováveis adesões a deputada Dra. Paula (Progressistas) – esposa do prefeito de Cajazeiras, Zé Aldemir (Progressistas), e o deputado Manoel Ludgério (PSD), que atua na região de Campina Grande e apresenta desgastes com o clã Cunha Lima, este segundo seria o nome que João Gonçalves fez mistério. Mas, informações de bastidores vão na direção de Anderson Monteiro (PSC), ex-prefeito de Esperança, município próximo a Campina Grande.

ALPB

Com a saída de Nabor Wanderlely (Republicanos) do cargo da primeiro-secretário da Assembleia Legislativa (ALPB), João Gonçalves se articula para ser eleito e compor a Mesa Diretora no próximo biênio (2021/2022) nesta função. Nabor deixa o Parlamento paraibano para comandar a Prefeitura de Patos.

Edmilson Soares, colega de partido de João, também quer ocupar a vaga. “Já havia falado com ele [Edmilson] e pedido voto, mas soube disso depois. Estamos firmes e pretendendo poder trabalhar mais pelo povo e pela Casa”, concluiu Gonçalves.

Compartilhar