Nilvan negocia retorno aos microfones do rádio e da televisão paraibana após insucesso eleitoral em João Pessoa

Derrotado na disputa pela Prefeitura de João Pessoa em 2020, o comunicador Nilvan Ferreira revelou nesta quarta-feira (6), a um portal de notícias da Capital, que vai definir seu destino profissional nas próximas horas. Ele está fora da TV e do rádio desde junho do ano passado, quando se afastou do trabalho no Sistema Correio para ser candidato a prefeito pelo MDB.

Segundo o próprio Nilvan, ele está negociando “com o [Sistema] Correio e com outros sistemas”. A expectativa é de que ainda esta semana haja um posicionamento final.

O Correio ‘sai na frente’ pois perdeu Samuka Duarte no final de 2020 para a TV Arapuan e ficou com horários vagos de âncoras fortes e competitivos em audiência como Nilvan. O “Correio Verdade” TV Correio e o “Correio Debate” da Correio FM estariam sendo oferecidos ao comunicador.

Nilvan chegou ao segundo turno concorrendo com Cícero Lucena (Progressistas), obtendo 163 030 votos (46,84%) contra 185 055 (53,16%) do eleito e foi apoiado pelo senador José Maranhão (MDB), pelo ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB) e pelo ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD). O radialista e agora também político é lembrado para as eleições 2022 como vice de Romero, pré-candidato a governador, ou até mesmo deputado.

Compartilhar