Corpo de Genival Lacerda é enterrado em Campina Grande ao som de forró

Ao som do forró autêntico, o corpo do cantor e compositor paraibano Genival Lacerda foi enterrado na noite quinta-feira (7), no Cemitério Nossa Senhora do Carmo, conhecido como Monte Santo, em Campina Grande.

Vítima da Covid-19, Genival foi sepultado em uma cerimônia reservada a netos e filhos, mesmo assim homenagens não deixaram de acontecer e um cortejo fúnebre foi realizado para que fãs pudessem dar o último adeus ao artista que levou o nome de Campina Grande para o Brasil e o mundo.

Multidão marca presença no enterro de Genival Lacerda, na Paraíba
Imagem: Reprodução

Na frente do cemitério foi montada um estrutura de som para as apresentações, além de um painel com a foto de Genival e a palavra obrigado em destaque. O local foi organizado por forças de segurança para evitar incidentes e aglomerações.

Natural de Campina Grande, Genival deu voz às músicas “Severina Xique Xique”, “Radinho de Pilha” e “De Quem É Esse Jegue?” – todas cantadas por artistas da terra durante e homenagem. Ele era conhecido como ‘‘Senador do Rojão’’ e ‘‘Rei da Munganga’’ por sua irreverência na música e nos palcos, e viveu os últimos anos em Recife.

Acesse também:

Compartilhar