Polícia descarta culpa da mãe e diz que bebê morreu engasgado

A perícia divulgou o laudo que informa a causa da morte do bebê de nove meses, identificado como Oziel Benizardes Rodrigues Porcino, foi broncoaspiração do leite materno. O caso aconteceu na manhã desse sábado (9), em um condomínio no bairro do Bessa, em João Pessoa.

A princípio, houve uma suspeita de que a mãe teria asfixiado o bebê durante um surto psicótico, mas o laudo descartou essa hipótese. A perícia comprovou que o bebê morreu engasgado enquanto se alimentava.

De acordo com o delegado Ademir Fernandes, o óbito aconteceu por volta das 3h da manhã, mas a família acionou a polícia próximo às 6h, quando acordaram e viram a mulher com o bebê morto no colo. Ela estava em choque e, por esse motivo, foi encaminhada para um hospital psiquiátrico, familiares também relataram que ela era uma mãe amorosa, porém estava apresentando um comportamento diferente nos últimos dias.

Fonte: Paraiba.com.br

Compartilhar