Jovem campinense morre atropelado por trem no Rio de Janeiro; usando fones, ele não ouviu aproximação do transporte

Um jovem paraibano que morava no distrito de Coelho da Rocha, em São João de Meriti, no Rio de Janeiro, morreu atropelado por um trem na manhã desta quinta-feira (14). Erick César, natural de Campina Grande, estava acessando o local por uma passagem clandestina e usando fones de ouvidos não ouviu a aproximação do trem.

Segundo informações de testemunhas, a população se utiliza diariamente das passagens clandestinas para chegar à linha férrea. A ausência de uma passarela no local é o motivo apontado pelos moradores para o uso dessas passagens.

Segundo a Polícia, a vítima morreu ainda no local do acidente. Erick tinha 28 anos de idade, deixa filhos e a esposa, que também é paraibana, da cidade de Lagoa Seca.

Veja também:

Compartilhar