Vacinação contra a Covid-19 vai exigir cartão do SUS, informa secretário de Saúde de Campina Grande

Em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (15), o secretário de Saúde de Campina Grande, Filipe Reúl, deu detalhes sobre a logística de imunização no município, prevista para ter início na próxima quarta-feira (20). Segundo o secretário, é importante ressaltar que cada cidade será responsável pela própria imunização feita mediante o cartão do SUS (Sistema Único de Saúde).

“A nossa estratégia é implantar a vacinação contra a Covid-19 na Atenção Básica, onde os usuários já são cadastrados e a equipe faz a consulta do cartão do SUS pelo prontuário eletrônico, identificando se o cidadão é ou não de Campina Grande. Já nas áreas não cobertas pela Atenção Básica, estas ficarão a critério dos Centros de Saúde”, relatou.

Filipe ainda garantiu as duas doses da, independente que qual vacina seja destinada para o município, pois a aprovação só deverá sair no domingo (17).

“Sobre a distribuição sendo a CoronaVac, após a aplicação da primeira dose teremos três semanas para aplicar a segunda no usuário, já se recebermos a de Oxford, a segunda dose é aplicada com 90 dias, então vai depender quais as doses de vacina que virão para Campina Grande. Temos que aguardar até a próxima segunda-feira, quando começa a logística de distribuição nos estados e municípios”, concluiu.

Veja também:

Compartilhar