Enfermeira é primeira pessoa do país a tomar vacina contra a Covid-19

A enfermeira Mônica Calazans, que trabalha na UTI do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, em São Paulo, foi a primeira pessoa do Brasil a ser vacinada após a aprovação da CoronaVac pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) neste domingo (17).

Mônica, de 54 anos, tem obesidade, hipertensão e diabetes, fatores de risco para a Covid-19. Ela tomou, neste domingo, a primeira dose da vacina. O governador de São Paulo, João Dória (PSDB), participou do ato.

“Quem cuida do outro tem que ter determinação e não pode ter medo. É lógico que eu tenho me cuidado muito a pandemia toda. Preciso estar saudável para poder me dedicar. Quem tem um dom de cuidar do outro sabe sentir a dor do outro e jamais o abandona”, declarou a enfermeira.

Viúva, ela mora com o filho em Itaquera, na Zona Leste da Capital paulista, e trabalha em dias alternados, em escala de 12 horas. Mônica também cuida da mãe idosa, que mora em outra casa e, até agora, nenhum desses parentes próximos contraiu a doença.

Veja também:

Compartilhar