Jornalista paraibano formado na UEPB, morre em Rondônia, vítima de infarto

O jornalista Yodon Guedes, 57 anos, morreu sexta-feira (15), em sua casa em Porto Velho (RO) de um ataque cardíaco. O profissional era formado em Comunicação Social pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), mas cedo foi para a região Norte, onde fez carreira e formou família.

Yodon Guedes atuou como correspondente dos jornais Estado de S.Paulo e Folha de S.Paulo em Rondônia, além de agências de notícias. No Norte foi editor do Diário da Amazônia e atuava em sites e projetos de assessoria na capital rondoniense.

O anúncio do falecimento do jornalista foi feito pelo próprio irmão, também jornalista, César Guedes. De acordo com familiares. Ele era casado com a jornalista Marilza Rocha e tinha uma filha, Yasmin.

O velório e sepultamento de Yodon aconteceram na capital de Rondônia.

Compartilhar