Médica denuncia ‘fura fila’ na vacinação em Campina e diz que acionará Ministério Público

A médica Tatiana Medeiros, que foi candidata a vice-prefeita nas últimas eleições, em uma das chapas adversárias do prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima, usou suas redes sociais para denunciar a vacinação de aliados do gestor que segundo ela estariam furando a fila para obter doses que nesta primeira etapa são destinadas a grupos específicos e mesmo assim distribuídas em pequena quantidade, dentro do programa nacional de imunização contra a Covid-19.

Tatiana disse que nesta quarta-feira (20) denunciará a situação ao Ministério Público com provas. “Formalizarei denúncia no ministério público, com as provas colhidas e produzidas, pelos próprios vacinados, que furaram a fila de prioridade na vacinação contra a COVID-19 em Campina Grande. Ser amigo do rei, garantiu essa prioridade”, disse Tatiana Medeiros.

E completa em outro post: ” Profissional de Saúde da linha de frente no enfrentamento à COVID-19 arrisca a vida diariamente, expõe os familiares diariamente, quantos foram ceifados? Exigimos respeito e TRANSPARÊNCIA! Revoltante ver várias postagens de pessoas ligadas à atual gestão de Campina Grande, sendo vacinadas. Onde está o critério de prioridade da PMCG? Se o quantitativo recebido foi mínimo, só os profissionais de Saúde, que trabalham diretamente com doentes com Covid poderiam ser vacinados”.

Compartilhar