“Não tenho medo de ameaças e jamais serei omissa diante de injustiças”, reage Tatiana Medeiros às declarações de Bruno

O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD), informou nesta quarta-feira (20) que moverá Ação Criminal contra a médica Tatiana Medeiros (MDB), que acusou a Prefeitura de permitir pessoas furarem a fila da vacinação contra a Covid-19 no município. A ex-candidata a vice-prefeita reagiu a declaração do gestor por meio do Twitter.

“O dever de um gestor é ser transparente, se recebe “crítica”? Através de fatos, com tranquilidade deve apurara-las. Não tenho medo de ameaças e jamais serei omissa diante de injustiças que prejudiquem à população. Somos todos iguais, a fila da vacina deve seguir as prioridades!”, escreveu.

Tatiana prometeu apresentar ao Ministério Público (MP) um conjunto de provas que explicitará as denúncias. “Formalizarei denúncia no Ministério Público com as provas colhidas e produzidas pelos próprios vacinados, que furaram a fila de prioridade na vacinação contra a Covid-19 em Campina Grande. Ser amigo do rei, garantiu essa prioridade”, publicou na noite de terça-feira (19).

Redação Paraíba Debate – Gabriel Barbosa

Veja também:

Compartilhar