Tatiana Medeiros volta a questionar organização da fila de vacinação contra a Covid-19 em Campina Grande: “Onde estão as prioridades?”

A ex-secretária Municipal de Saúde de Campina Grande e ex-candidata vice-prefeita no último pleito, Tatiana Medeiros (MDB), voltou a usar seu perfil no Twitter para questionar a organização da fila para vacinação contra a Covid-19 na cidade. A médica disse nesta segunda-eira (25) que na relação de vacinados identificou pessoas que não tem contato com pacientes recebendo a primeira dose do imunizante – incialmente, a CoronaVac. As pessoas mencionadas trabalham do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

“Assistindo agora o Jornal Hoje vi o coordenador do Samu do Recife falando da imunização dos profissionais. Foram vacinados médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e condutores socorristas, esses são os profissionais que realizam o atendimento dos pacientes. Diferente da lista de Campina Grande. Pelo que vi da lista de vacinados no Samu de Campina Grande, divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde, foram vacinados todos os funcionários, nada contra, desde que não existisse escassez de vacina. Identifiquei telefonistas, equipe administrativa, esses não têm contato algum com o doente. Onde estão as prioridades?”, escreveu.

Tatiana também informou que nesta terça-feira (26) levará até o Ministério Público (MP) documentos que provam as acusações que fez contra a Prefeitura Municipal de Campina Grande na semana passada. “Foram 3 documentos protocolados eletronicamente no MP, inclusive protocolei o último ontem [domingo, dia 24], amanhã às 11h30 farei o protocolo fisicamente na promotoria da Saúde. Somos todos fiscais permanentes do poder público. Somos todos iguais!”, publicou a presidente do MDB de Campina Grande.

RELEMBRE A POLÊMICA

Redação Paraíba Debate

Veja também:

Compartilhar