Tatiana Medeiros formaliza denúncia de ‘fura-filas’ na vacinação contra a Covid-19 em Campina Grande

A ex-secretária Municipal de Saúde de Campina Grande, a médica Tatiana Medeiros, formalizou, Ministério Público da Paraíba (MPPB), nesta terça-feira (26), denúncia de fura-filas na vacinação contra a Covid-19. Na semana passada, a ex-candidata a vice-prefeita denunciou o caso em suas redes sociais e também denunciou, por meio dos canais do Ministério Público, os casos que ganharam repercussão em toda a Paraíba.  

Tatiana disse que antes de apresentar presencialmente a denúncia no MPPB já havia feito três denúncias de forma eletrônica. “Hoje eu reuni todas as denúncias e fui fisicamente protocolar”, comentou, destacando que recebeu inúmeros relatos de pessoas que furaram a fila das prioridades na vacinação. “Eu tenho print de postagens. Hoje, as pessoas usam de forma indevida as redes sociais, às vezes não sabem nem que estão gerando provas contra elas. Foi exatamente o que aconteceu”, revelou.

Acesse: Secretaria de Saúde da Paraíba define grupos prioritários para receber vacina de Oxford/AstraZeneca

Ela informou ainda que no primeiro protocolo, de forma eletrônica, foram enviados cinco denúncias. No segundo, um e no terceiro outra. Ao todo, sete denúncias. “E tem mais. Agora só estou encaminhando quando eu tenho informações a mais que me dão segurança para encaminhar, mas eu recebo diariamente uma enxurrada de denúncias. As pessoas estão extremamente preocupadas, porque logicamente estamos em uma pandemia, e o tempo urge, onde a vida se depara com a morte”, observou. 

Entre os denunciados estão pessoas jovens que não estão entre os grupos prioritários e que trabalham em locais que não lidam diretamente com pacientes doentes com o novo Coronavírus. “São pessoas que receberam empregos por amizades na parte administrativa de uma UPA que ainda não foi selecionada para receber as doses. A gente não tem dose suficiente nem para 50% dos profissionais de Saúde”, pontuou. A médica destacou a importância de que todos sejam vacinados, mas frisa a importância de se respeitar a fila e os critérios.

Veja também:

Compartilhar