Carnaval poderá ter ponto facultativo cancelado ou aumento de medidas restritivas, avisa João Azevêdo

O governador João Azevêdo (Cidadania), em entrevista ao programa Frente a Frente, da TV Arapuan, na última segunda-feira (25) falou sobre a adoção de medidas restritivas durante o Carnaval deste ano por causa da pandemia da Covid-19. O gestor reagiu ao ser questionado sobre a possibilidade de decretar ponto facultativo ou não, no Carnaval, data em que não há um feriado oficial na Paraíba.

Azevêdo ressaltou que os números da pandemia vão indicar quais medidas serão adotadas. “Não há outra alternativa. Os números é que nos indicarão quais medidas iremos tomar. Não existe feriado de Carnaval. Existem dois dias que são decretados facultativos. Nessa avaliação que iremos fazer nos próximos dias é que decidiremos se será facultativo ou não. Estamos em uma pandemia, até cidades que vivem do Carnaval, como Salvador, suspenderam todas as festas. É uma consciência coletiva de que esse momento é de proteger vidas”, disse.

Acesse: Adriano Galdino estuda lançar irmão candidato a deputado federal em 2022

O gestor avaliou que há duas possibilidades para o Carnaval deste ano: ou terá a adoção de medidas restrições, como por exemplo no funcionamento de bares e restaurantes, ou o cancelamento do ponto facultativo. “Existe um aumento de contaminação e nós sabemos que cada ato de fazer com que as pessoas fiquem mais em casa tem um reflexo maior na proteção. Será tomada a decisão em função dos números nos próximos dias”, explicou. 

Nesta quarta-feira (27) ele voltou a falar sobre o assunto e disse quando emitirá uma posicionamento final: sexta-feira, dia 29. “Se for para salvar vidas não terei nenhum obstáculo em tomar decisões”, afirmou.

Veja também:

Compartilhar