Haddad aceita pedido de Lula e deve ser candidato do PT em 2022

O ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro da Educação, Fernando Haddad (PT) deve ser candidato à Presidência da República mais uma vez em 2022. Em 2018, o petista foi o opositor de Jair Bolsonaro (sem partido) no segundo turno e recebeu cerca de 45% dos votos válidos.

Em entrevista à TV 247, Haddad revelou que aceitou um pedido diretamente do ex-presidente Lula para se candidatar novamente. “Ele [Lula] me chamou para uma conversa no último sábado e disse que não temos mais tempo para esperar. Ele me pediu para colocar o bloco na rua e eu aceitei”, revelou.

Em diversas ocasiões, petistas, entre eles Haddad, falaram em uma candidatura do próprio Lula em 2022. No entanto, o ex-presidente está enquadrado na Lei da Ficha Limpa, por isso, está inelegível.

A defesa de Lula tenta anular o julgamento, acusando o ex-juiz Sergio Moro, que condenou Lula, de suspeição. A expectativa é que o Supremo Tribunal Federal julgue o mérito da questão no 1º semestre.

O PT deverá procurar partidos como PSB, PSOL e PCdoB para formar coligação.

Veja também:

Compartilhar